Lugar pra conhecer: Trilha do Morro do Macaco – Bombinhas

Para os aventureiros de plantão, eis aqui mais uma dica imperdível para o fim de semana ou um diazinho livre e de tempo bom. Em uma das nossas últimas trilhas, eu e meu namorado fomos conhecer o famoso Morro do Macaco, em Bombinhas. Se você ainda não conhece, corre pra anotar essas dicas e já programa com a galera: a vista é incrível, você precisa ter essa experiência!

A entrada da trilha fica um pouco escondida, mas nada muito difícil de achar. Ela está localizada no fim da Praia de Canto Grande, na parte sul da península. Lá, você estaciona – se não for temporada, dá pra estacionar até na praia, só tome cuidado com a maré alta – e depois já vai ver uma plaquinha indicando o início da subida que fica atrás de uma construção. É fácil!

trilha do morro do macaco em bombinhas (2)trilha do morro do macaco em bombinhas (1)

Por ali, já fique de olho nas orientações que tem sobre a trilha. Tem a altitude, tempo, o que é bacana levar, além de avisos para não mexer com os animais ou jogar lixo no chão. Feito isso, você pode iniciar a caminhada por dois caminhos: o do morro do macaco ou da trilha da tainha. É só escolher e subir. O percurso dura entre 40 minutos e uma hora, dependendo do ritmo de cada pessoa e, claro, já contabilizando algumas pequenas pausas.

morro do macaco bombinhas

A trilha é muito tranquila, todo mundo consegue subir numa boa, inclusive crianças, o importante é prestar bastante atenção pra não errar nenhum caminho. Isso aconteceu com a gente e foi o que dificultou. Logo no começo, cruzamos um trecho em que o caminho reto tem um tronco e você deve seguir pela esquerda. Não nos tocamos – e não havia aviso -, então pulamos o tronco e continuamos. Fizemos quase uma escalada a partir dali, um caminho bem mais difícil e cheio de obstáculos, mas no fim valeu a pena da mesma forma. E percebemos que outras pessoas também erraram, então atente-se e não queira pular nenhum tronco pelo caminho. kkk

WhatsApp Image 2017-08-02 at 17.49.03

No fim, a paisagem é a recompensa de todo o trajeto. Pelo caminho já dá pra ir se apaixonando pelas belezas naturais, mas no topo… é muito lindo! O visual de tirar o fôlego desvenda as praias de Mariscal, Zimbros, Canto Grande e Morrinhos, além de toda a Reserva da Ilha do Arvoredo. Se for no fim da tarde, você ainda é brindado por um pôr do sol estonteante – só tome cuidado com a volta e o anoitecer.

morro do macaco em bombinhas (3) morro do macaco em bombinhas (5)morro do macaco em bombinhas (2)morro do macaco em bombinhas (6)morro do macaco em bombinhas (4)

São vários locais pra desbravar por ali, inclusive uma pedra onde muita gente sobe para fazer fotos… eu não tive coragem, confesso, mas deve valer o registro!

O passeio vale muito a pena, chegamos por volta das 10h da manhã e aproveitamos bastante. Leve água, um lanchinho – para o caso de bater uma fominha no caminho – e vá com roupas confortáveis. Ah, e não esqueça a câmera ou o celular bem carregados, até porque você não vai querer perder os registros de fotos por lá!

Alguém já conhece a trilha do Morro do Macaco?
Gostaram também? Me contem! E se tiverem uma outra trilha pra me indicar, comentem aqui embaixo!
Vou adorar conhecer e depois compartilhar aqui com vocês!

Beijos!