Diário de viagem: O que fazer em Arraial do Cabo – RJ?

Você com certeza já ouviu falar sobre as águas cristalinas e as praias paradisíacas do Caribe, certo? Pois se você ainda não sabe, saiba que aqui no Brasil nós temos paisagens tanto quanto ou ainda mais lindas. E fica bem pertinho, ali na região dos lagos no Rio de Janeiro. Eu estou falando de Arraial do Cabo, uma pequena cidade carioca que vive do turismo e das suas belezas encantadoramente naturais.

Como muitos sabem, eu sou do Rio e sempre que posso estou passeando por lá. Minha família passa os dias de folga pela Região dos Lagos, como é conhecida a localidade, então esse ano, antes do carnaval, eu e meu namorado resolvemos passar quatro dias por lá pra aproveitar um pouquinho o verão. O destino escolhido foi Arraial do Cabo, o caribe brasileiro. Aproveitamos muuuuito, a viagem foi incrível e agora venho compartilhar com vocês o que nós fizemos por lá. São dicas super bacanas pra quem está pensando no destino. Já adianto: vocês PRECISAM conhecer!

Prainha

Prainha - Arraial do Cabo

Arraial é uma cidade pequena, pouco desenvolvida quando o assunto é vida urbana e comércios. A cidade vive do turismo ecológico, então o destino é pra descansar, colocar o pé na areia e relaxar. Nós ficamos na Prainha, uma orla mais curta, bem avistada quando chegamos à cidade (como pode ser visto na primeira foto acima). Uma enseada com águas cristalinas e tranquila, mas como todas as praias da região: na temporada fica lotada! O bairro é muito bacana, com hotéis e pousadas, e próximo do centro (5 minutos de carro – sem trânsito). Por ali não há muito o que fazer, mas se a ideia é aproveitar a praia, o local é perfeito. Quem passear pela Prainha, precisa dar uma voltinha nas pedras da encosta. É lindo ver os peixinhos por ali!

Praia do Forno

Praia do Forno - Arraial do Cabo

No nosso primeiro dia de passeio, fomos à Praia do Forno, um dos primeiros paraísos que visitamos. O acesso a essa praia só se dá por uma pequena trilha – bem fácil de fazer e com vistas de tirar o fôlego – ou de barco, pagando no máximo R$10. Meu conselho: encare a trilha, vale muito a pena! O trecho a pé leva no máximo uns 10 minutinhos indo bem tranquilamente. Chegando na praia, encontramos mais um mar calmo e de águas cristalinas. É tão, mas tão claro que a gente nem acredita que possa ser real. Por ali aproveitamos para nadar, pegar um sol e tomar umas caipirinhas. Um dia de passeio relaxante. Quem for pra lá, precisa conhecer a Praia do Forno!

Passeio de quadriciclo e Praia do Foguete

WhatsApp Image 2017-04-04 at 20.43.26 (1)

Um passeio maravilhoso que fizemos foi de quadriciclo. Minha família tem, então pegamos e saímos sem rumo por algumas praias. Se alguém gosta de aventuras assim, aluguem e divirtam-se porque foi incrível! Pegamos o caminho para a Praia do Foguete – outra praia lindíssima e com uma extensão enorme onde são gravadas várias novelas, inclusive “Sol Nascente” que estava no ar na Globo. Chegamos bem na hora do pôr do sol e o que já era bonito ficou ainda mais. Foi o mais lindo que já vi! Realmente, uma paisagem de tirar o fôlego. Se não conseguir um quadriciclo, vale a ida até lá no fim de tarde pra presenciar essa bela obra da natureza.

Mergulho

Mergulho - Arraial do Cabo

Arraial é considerada a capital do mergulho, então quem visita a cidade precisa fazer um! Foi o meu segundo por lá, mas como meu namorado ainda não tinha feito, não hesitei em o acompanhar. Mergulhar assim é uma das experiências mais incríveis que já vivi. Todo mundo precisa experimentar! O mundo que existe debaixo d’água é simplesmente encantador.

Saímos por volta das 10h do pier de Arraial. O barco levou nosso grupo até uma das encostas e lá cada pessoa era acompanhada por um instrutor durante o mergulho por cerca de meia-hora. A adaptação é super tranquila, eles nos ensinam todas as técnicas para lidar com a pressão nos ouvidos, por exemplo, e logo todo mundo já começa a ir pro fundo do mar. Repito: é incrível! Não percam para o medo, se joguem pois vocês vão amar!

DICA: Nós compramos o pacote com a Master Dive e o mergulho sai em torno de R$200, mas ligamos antes, negociamos muito e conseguimos por R$150 cada um. Pechinchem! Sempre funciona. Com eles também compramos as fotos, que sai po R$50 o cd com 10 fotografias. Não gostei de quase nenhuma foto, mas valeu o registro. Na Master Dive eles aceitam pagamento em cartão de crédito ou débito. Ah! Todos os passeios que saem do cais precisam ter uma taxa de embarque marítimo, que custa R$5 por pessoa e é pago lá na hora mesmo. Essa taxa precisa ser paga em dinheiro, fique atento.

Passeio de Escuna – Pontal do Atalaia, Gruta Azul, Fenda de Nossa Senhora e Ilha do Farol

o que fazer em arraial do cabo

O Passeio de escuna é o principal de toda a viagem. Todo mundo TEM que fazer porque vale muito a pena. Em grupo, e de barco, conhecemos as principais praias e pontos turísticos de Arraial do Cabo.

Saímos por volta das 11h do cais do Porto e partimos ao primeiro destino, as prainhas do Pontal do Atalaia. Essa praia também é uma área de preservação ambiental e tem acesso de barco ou por uma trilha, onde metade você faz de carro e a outra metade a pé. A aguá por lá é ainda mais cristalina que as anteriores. O lugar é delícia, não dá vontade de sair do mar nunca mais. A parada ali durou uma horinha, depois retornamos para o barco.

Seguimos para a Gruta Azul e a Fenda de Nossa Senhora, duas esculturas naturais incrivelmente exuberantes. Por ali a vista é apenas panorâmica, mas vale muito para registrar várias fotos. A paisagem é estonteante e passa super rápido, por mais que levemos uma horinha também por ali.

A última parada é na praia conhecida como caribe brasileiro, a ilha do Farol. Se você achou a água cristalina até agora é porque ainda não tinha visto o mar dessa ilha. É surreal! A praia também é de preservação e por lá só podem pisar na areia 200 pessoas por vez. Sendo assim, pode acontecer de chegar e não conseguir descer na ilha, mas os barcos param na encostas rasinhas e o passeio é igualmente incrível. Eu não queria sair da água por nada! Foi o melhor lugar!

DICA: Os passeios de escuna são oferecidos no centro por várias pessoas identificadas das agências que ficam te abordando. Pechinchem de novo! Começaram nos oferecendo por R$75 reais e no fim conseguimos por R$50 por pessoa + a taxa de embarque. O passeio pode ser pago com cartão, mas alguns barcos só aceitam dinheiro e tem serviço de bordo. Nós não levamos dinheiro em espécie e fez falta. Se programem!

Enquanto estávamos lá, também curtimos a noite de Cabo Frio, que tem mais opções de bares, restaurantes e passeios noturnos e é uma cidade que fica bem pertinho, e também fomos para Búzios, que fica a meia-hora de Arraial e também é lindo – mas muito mais caro. No geral, Arraial do Cabo não tem preços tão absurdos, mas o ideal é mesmo é fugir das altas temporadas.

Depois de quatro dias muuuuito bem aproveitados, foi a hora de voltar pra casa. Ah! Importante dizer também que o aeroporto mais próximo é o do Galeão, mas mesmo assim ele fica a quase 3 horinhas desse paraíso. Pra ser tão lindo tinha que ser escondido, né? Então o ideal é se programar bem pra ver como fica mais fácil pra você chegar lá. Mas sério gente, a principal dica desse post é: visitem Arraial do Cabo, vocês vão amar!

E aí? Deu vontade de conhecer?
Indico e recomendo muito!
Beijos