Diário de viagem: Foz do Iguaçu/Paraguai/Argentina

Viagens Comments

Como prometido e sem muitas delongas, hoje eu vim compartilhar com vocês um pouquinho mais sobre a minha viagem. Nesse último post, eu vou deixar algumas dicas/opiniões sobre os lugares onde passei. Vale a pena visitar? Quanto paguei no passeio? Aqui embaixo eu te conto!

Foz do iguaçu

IMG_3330

A cidade que faz fronteira com nossos países vizinhos me surpreendeu. Não é linda e nem muito bem cuidada, mas eu achava que fosse pior, sabe? Pensei que fosse um município muito menor e sem vida nenhuma, mas me surpreendi. Me encantei com as avenidas largas e muito arborizadas. Vi muitas áreas verdes no centro urbano e fiquei apaixonada por essas paisagens. Outra coisa que gostei muito por lá, foi a receptividade. Gosto de gente simpática e que atende bem, por sorte ou não, só encontrei gente assim! Ahhh! Também achei os preços  da cidade bem acessíveis: uma pizza gigante por R$35, pastel por R$3, almoço pra 4 pessoas por R$60. O hotel, por exemplo, ficou em R$290 a diária para quatro pessoas, e olha que nós ficamos em um hotel bem no centro da cidade.

PARQUE DAS AVES E PARQUE NACIONAL DO IGUAÇU (CATARATAS) EM FOZ

parque e cataratas

Dois lugares em Foz do Iguaçu que precisam estar no roteiro de vocês são o Parque das Aves e o Parque das Cataratas. Eles ficam de frente um para o outro. Do nosso hotel, pegamos um van que fazia o translado para os dois parques + o dutty free na Argentina por R$45 por pessoa. Acabamos pagando caro, a dica é que vocês conversem com algum taxista primeiro. Mas o passeio valeu muito a pena! No parque, pagamos R$25 no ingresso, mas estudantes e idosos ganham desconto. #FICADICA! Quando entramos, caminhamos por uma trilha no meio da mata, em meio aos viveiros, e ficamos bem pertinho das aves mais diferentes possíveis. No fim do passeio, você ainda pode tirar uma foto com a arara, como fiz na primeira foto. Do outro lado da avenida, fomos conhecer as cataratas. Compramos o ingresso com desconto porque somos do Mercosul e meus avôs porque eram idosos, falei dos valores no vlog. Da bilheteria pegamos um ônibus que nos levou até a trilha. Um caminhada de quase meia hora pelas rampas e mirantes terminou em meio as cataratas. Sentimento maravilhoso de ver toda aquela criação de Deus. Eu amei o passeio e indico para todas as pessoas. Realmente, uma das sete maravilhas do mundo!

paraguai – ciudad del leste

PARAGUAI

Sim, Cuidade del Leste é uma baguncinha, mas eu amei bater perna neste lugar! Haha A rua é cheio de camelôs e bancas e ao redor, muitos shoppings. Você tem opções pra gastar dinheiro em todos os lugares. Resolvemos ir de ônibus de Foz até o Paraguai e valeu super a pena. A passagem custou R$5, foi muito sossegado e chegamos rapidinho. Não fomos parados pela Receita Federal nem na ida e nem na volta nos dois dias em que fomos. O dólar está em alta, pagamos R$3,24 pela cotação do dia. Mesmo assim valia a pena comprar, principalmente, cosméticos, comida e eletrônicos. Essas foram as melhores escolhas. A dica é: fique sempre atento a sua bolsa, para não ser furtado, e também ao que lhe oferecem na rua. Produtos originas, você só encontra nos shoppings.

ARGENTINA – PUERTO IGUAZU e o duty free

argentina

Para conhecer a cidade de Puerto Iguazu, nós acertamos com um taxista que nos levou do centro de Foz e nos esperou na cidade durante três horas. Ele cobrou R$100 e achamos barato para quatro pessoas, principalmente pela comodidade. A cidade se parece com um pequeno vilarejo. Um feirinha com produtos típicos, pequenas ruas com muitas lojinhas e restaurantes, e muitos, muitos turistas. Lá também tem muitas baladas, bares e o famoso cassino argentino. A dica é aproveitar a vida noturna na cidade, até porque eles tem uma tradição de fechar o comércio durante a tarde, “como um horário de almoço”. Ah! Aproveite para comprar alfajores, doce de leite, tomar um sorvete Freddo (marca argentina que é deliciosa) e, claro, comer um bife de chorizo, que é a carne deles. E eu confesso, tanto lá quanto em Buenos Aires, a carne é realmente diferente. A melhor que já comi na vida! E não é caro jantar por lá, pela qualidade da carne… O Duty Free da divisa também é lindo e vale o passeio. Achei as coisas muito mais caras por lá do que no Paraguai, por isso não comprei nada. Mas vale conhecer! Compensa também para quem quer comprar bebidas 🙂

Gente, a viagem valeu super a pena e eu adorei cada detalhe! É sempre bom viajar, né?

Tem mais alguma dúvida? Quer saber mais alguma coisa sobre a viagem? Me escreve nos comentários!

Beijos